Vermelhidão, inchaço, presença de crostas e descamação nas pálpebras, coceira e irritação nos olhos, lacrimejamento constante e sensação de que há um cisco no olho e fotofobia (dificuldade de manter os olhos abertos no sol), são sintomas comuns da blefarite, uma inflamação não contagiosa nas bordas das pálpebras que ocorre devido a uma alteração nas glândulas de Meibomius, inflamam ou ficam obstruídas. As causas também podem ser infecções bacterianas e/ou virais, reações alérgicas e doenças subcutâneas. Para um bom diagnóstico é necessário consultar um oftalmologista, que também fará a indicação do tratamento.

Blefarite

 

Como alternativa aos tratamentos convencionais (limpeza, colírios e compressa morna), pode-se utilizar a nova tecnologia de jato de plasma, tratamento realizado no consultório pelo próprio oftalmologista. Com o Jett Plasma Lift Medical o tratamento é eficaz e pontual, por sua precisão no feixe do jato de plasma e sua corrente contínua o Jett Plasma consegue tratar a blefarite com exatidão, assim como outras consequências como o olho seco.

 

Para casos leves e moderados o protocolo com ponteira prata é utilizar, no início a intensidade 3 e aumentar de acordo com a tolerância do paciente, 10 passadas na conjuntiva tarsal e na margem palpebral, é recomendado 4 sessões com intervalo de 1 semana.

Ponteira prata blefarite

 

Já para casos severos é necessário uso de ponteira dourada, o protocolo é utilizar a intensidade 5-6, fazer scaneamento (possível devido à corrente contínua) com 3 passadas na margem posterior das pálpebras e compressão mecânica das glândulas de meibômio imediatamente após o procedimento, recomenda-se repetir após 6 semanas. Para ainda mais precisão nos tratamentos oftalmológicos pode-se utilizar a caneta Plasma Pen que possui melhor ergonomia.

Ponteira dourada

Conheça mais sobre o Jett Plasma Oftalmológico:

Jett Plasma Oftalmológico